25 fevereiro 2010

DEUS É AMOR E É HUMOR

Deus é amor e humor também
Humorista profissional, chargista e palhaço. Evangelistas e pastores falam sobre levar as boas novas com humor

Por Juliana Simioni - www.guiame.com.br

O humor está em alta. É possível encontrar novos humoristas por toda a parte: no rádio, na internet, na televisão e nos teatros. Humor ensaiado, gravado e até improvisado, tem para todos os gostos. E na igreja, o humor também está em alta? É possível pregar a palavra de Deus com bom humor?

"Rir é coisa séria"

João Netto, humorista e evangelista cearense, vencedor do quadro 'Quem chega lá' do Domingão do Faustão, com o personagem João Besouro, acredita que Deus é 'multiforme': "Ele [Deus] usa a música, filmes, teatro, humor e até uma jumenta quando é preciso".
"Já ganhei muitas almas para Jesus com humor, fazendo as pessoas rirem, por exemplo, conto que a minha situação estava tão difícil que fui contar para um carroceiro e o burro dele chorou", revela Netto.

"Rir é coisa séria, pois rir é melhor que remédio", afirmou o pastor Jasiel Botelho. Fundador do Ministério Jovens da Verdade e escritor, Botelho tem um site intitulado "Deus é humor", no qual publica charges, em sua maioria, sobre fanatismo religioso, erros, hipocrisia e falsas doutrinas.

"Quem criou o humor foi Deus, Ele nos manda: Alegrai-vos. A alegria é um dos frutos do Espírito, não podemos confundir brincadeira com humor. Brincar com Deus é não obedecê-lo nem levá-lo a sério. Brincar com Deus é enganar o povo, tirando dinheiro das pessoas, com um evangelho de indulgências, uma teologia da prosperidade, isso sim é brincar com Deus. Por outro lado, Deus é nosso pai, e o que um pai mais gosta de fazer com seus filhos é brincar. Deus, em sua Graça, se alegra quando nos tornamos como crianças," diz Botelho.

Pastor e palhaço. Essa foi a mistura que resultou no Palhaço Paulinho, personagem criado pelo pastor Paulo César de Sousa, fundador do Ministério Terra dos Palhaços. Segundo ele, caracterizar-se como palhaço foi a forma criativa que encontrou de se comunicar para alcançar o coração do homem.

"Nós podemos usar qualquer método para pregar a palavra de Deus, desde que este método não vá contra a Bíblia. Fora isso, podemos ser criativos, embora não exista regra nisso. Deus fala na mensagem padrão e também nas fora do padrão, Ele é Senhor e fala como desejar, o que não pode é ter ritualismo", explica.

Jesus e o bom humor

"Na Bíblia não há citação de que Jesus tenha sido um homem sorridente, mas também não há de que tenha sido triste e mal-humorado.
Acredito que Jesus combina com festa e alegria, haja vista que seu primeiro milagre foi em uma festa.
Não consigo imaginar um Deus, que fala tanto de alegria, não ser alegre", disse Paulo César, citando a passagem bíblica de Sofonias 3:17:
'O Senhor teu Deus está no meio de ti, poderoso para te salvar.
Ele se deleitará em ti com alegria. Renovar-te-á no seu amor, regozijar-se-á em ti com jubilo'.

O pastor Jasiel acredita que evangelização com humor é a maneira mais eficaz para desfazer a interpretação errada de um Deus sério e castigador.

"Para mim a mensagem do evangelho é de Boas Novas da graça e do amor de Deus, do seu perdão. Deus me enviou para pregar as boas notícias da forma mais alegre e feliz que eu possa transmitir".

"Quem vê o Evangelho apenas como 'coisa séria' e não aceita o humor tem que se converter e viver a alegria da salvação.
Já pensou você atrair uma pessoa para o reino de Deus e passar a ideia que crente não pode rir, cantar, dançar, bater palmas?",
indagou Netto, que disse não se importar com as críticas que recebe por pregar a palavra de Deus e trabalhar como humorista.

"Deus trabalha nas circunstâncias de diferentes formas, com jogadores de futebol, boxeadores, surfistas etc. Já pensou se todo mundo que se convertesse parasse de trabalhar? Iriam morrer de fome. Claro que, se for trabalhar como prostituta, você para na hora, mas quem disse que fazer humor é pecado?".

Fonte: Guia-me

Nenhum comentário:

Postar um comentário